Pastor morre durante pregação ao sofrer infarto celebrando a Santa Ceia

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Para o cristão, a morte física é só uma passagem ao encontro de Deus, na eternidade. Apesar de espiritualmente ser uma conquista, tendo em vista o sacrifício de Jesus Cristo na cruz em prol da ressurreição prometida aos santos, o momento da partida é sempre doloroso, especialmente para os que ficam, como os familiares do pastor Lúcio Martins dos Santos Neto.

O pastor Lúcio, de 69 anos, acabou tendo uma morte súbita no último domingo (1°), durante a celebração da Ceia do Senhor na Igreja Congregacional na cidade de São José de Piranhas, no interior da Paraíba.

O pastor estava pregando no momento em que sofreu o infarto, segundo informações do seu colega, também pastor, Claudemir França, repassadas ao Diário do Sertão. A igreja ainda chamou o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) do município, mas quando os socorristas chegaram ao local Lúcio já havia falecido.

Natural de São José de Piranhas, o corpo do pastor foi velado na Igreja Água da Vida e depois enterrado no cemitério do município.

Outro pastor morre durante culto

Um caso semelhante ocorreu também este ano com o pastor Earl W. “Buddy” Duggins, da Igreja Batista Forest Home (FHBC, na sigla em inglês) na cidade de Kilgore, Texas, nos Estados Unidos.

O pastor havia perdido a esposa recentemente e durante a pregação ele contou que estava orando a Deus para entender o motivo de ter ficado sozinho. “Deixei você aqui para fazer nada mais do que pregar o Evangelho de Jesus Cristo que você está pregando há 55 anos”, disse ele ao se referir à resposta do Senhor em seu coração.

Pouco depois da pregação, o pastor teve um mal súbito e também veio a falecer. A igreja também chamou o serviço médico de urgência, mas o líder religioso, já de idade avançada, não resistiu.

“Irmão Duggins pregou com paixão pelas almas e grande encorajamento pelos santos. Ele percorreu um caminho incomum quando sua esposa lutou contra o linfoma de Não Hodgkin desde 1990. Ela faleceu há apenas dois meses”, contou um colega do líder religioso, conforme notícia do Gospel Mais.



Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS

0
Adoraria sua opinião, por favor, comente.x
()
x