Pastor neopentecostal TB Joshua faleceu aos 57 anos ao finalizar sermão

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O pregador neopentecostal TB Joshua, um dos televangelistas mais influentes da África, morreu aos 57 anos no último sábado, 05 de junho, após concluir um sermão transmitido ao vivo.

“Deus levou Seu servo”, relatou a página do fundador da Igreja Sinagoga de Todas as Nações (SCOAN, na sigla em inglês), que tem mais de cinco milhões de seguidores.

A causa da morte do pastor TB Joshua não foi divulgada, de acordo com informações da emissora BBC. A página da igreja SCOAN informou que, durante seu último sermão, o pregador afirmou que “há tempo para todas as coisas; tempo de vir e tempo de voltar para casa”.

No comunicado, a SCOAN mencionou Amós 3:7: “Certamente o Senhor Soberano não faz coisa alguma sem revelar o seu plano aos seus servos, os profetas”, e exaltou o legado do líder neopentecostal: “Deus levou Seu servo, o profeta TB Joshua, para casa — como deveria ser por vontade divina. Seus últimos momentos na terra foram na obra de Deus. Foi para isso que ele nasceu, viveu e morreu”.

Trajetória

Joshua é famoso no meio neopentecostal por conta de suas iniciativas heterodoxas, como a promessa de curar um surto de ebola em Serra Leoa em agosto de 2014 através do envio de “água ungida” em 4 mil garrafas.

Recentemente, TB Joshua esteve no centro de uma nova polêmica, desta vez com a comunidade LGBT, que protestou contra um de seus vídeos no YouTube, levando a plataforma do Google a suspender seu canal com milhões de inscritos sob alegação de discurso de ódio.

A acusação contra o pregador nigeriano estaria difundindo mensagens de “cura gay”, o que resultou na suspensão da conta com mais de 1,8 milhão de inscritos e 600 milhões de visualizações.

Na ocasião, o pregador pediu a seus seguidores que intercedessem: “Ajudem-me a orar pelo YouTube […] Orem por eles, temos que considerá-los amigos, devemos ser fortes”, afirmou no seu sermão seguinte ao fechamento do canal, enquanto o culto era transmitido usando a plataforma do Facebook.

Entretanto, a plataforma comandada por Mark Zuckerberg também excluiu uma publicação do líder neopentecostal que mostrava uma mulher sendo esbofeteada enquanto o pregador repetia que ela estava sendo exorcizada de um “espírito demoníaco”.

Temitope Balogun Joshua, que tinha entre seus fiéis presidentes e políticos conhecidos da Nigéria, é famoso em toda a África pelos mesmos motivos que líderes como Valdemiro Santiago e R.R. Soares, entre outros, alcançaram a fama no Brasil: afirmava operar “milagres” e “ressurreições”.

Todo esse cenário o fez ser apontado pela Forbes como dono de uma fortuna multimilionária. A revista também relatou que ele teria investido pelo menos US$ 20 milhões em programas de educação, saúde e reabilitação para ex-militantes do Delta do Níger. TB Joshua deixou sua esposa, Evelyn Joshua, e três filhos.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS

Seu Você Oposto

Mateus foi um apóstolo, um autor de um dos evangelhos. Mas, antes que dele ser Mateus, ele foi Levi, um judeu que trabalhou para a

Leia Mais »