Pastor vizinho a vulcão em erupção na Espanha pede orações

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

A erupção do vulcão Cumbre Vieja, na Espanha, ainda está em andamento e já deixou um rastro de destruição que afetou milhares de pessoas. Um pastor batista na região detalhou o impacto do fenômeno e pediu orações aos irmãos na fé.

“Não queremos continuar como de costume, mas queremos transmitir calma, tranquilidade e confiança porque estamos nas mãos do Senhor em todos os momentos. Acho que isso ajuda os crentes e nossos amigos. Pedimos aos crentes que orem”, disse o pastor Pedro Ángel Rodríguez.

Ele dirige a Igreja Evangélica Batista, que fica na ilha de La Palma, no Arquipélago das Canárias, onde também fica o vulcão.

“Nosso local de culto fica a cerca de 7 quilômetros de onde ocorreu a erupção, mas está afetando muitas pessoas das igrejas que vivem na área”, disse o pastor em entrevista ao portal espanhol Protestante Digital.

Rodríguez, que é representante do Conselho Evangélico das Ilhas Canárias, acrescentou que desde o último domingo, muitos dos acessos à área afetada estão bloqueados, seja pelo acúmulo de lava, seja pelas limitações de segurança estabelecidas pelas autoridades.

“Um jovem de nossa igreja que mora no bairro de Puerto Naos, uma localidade costeira que foi isolada [é um dos afetados]. Embora quisesse ir buscar suas coisas, ele não pôde mais fazê-lo devido à evacuação”, descreveu o pastor.

Cerca de 200 casas, lojas e campos agrícolas numa área de aproximadamente 100 hectares foram afetados. Ao todo, mais de 5 mil moradores foram evacuados, o que permitiu que, até o momento, nenhuma pessoa tenha se ferido ou morrido na erupção.

“Estamos profundamente afetados, pensando nos danos materiais, que deixarão muita gente sem nada”, lamentou o pastor sobre a situação, que impressionou muito a todos, já que desde 1971 não havia erupção no local.

Em La Palma existem cerca de sete igrejas espalhadas pelos diferentes municípios da ilha, que é habitada por cerca de 85 mil pessoas: “No caso da Igreja Batista La Palma, temos três locais de culto, em Santa Cruz (a capital), Los Llanos e Tijarafe”, detalhou Rodríguez, acrescentando que nenhum templo foi afetado.

Gases nocivos

José Mangas, professor de geologia da Universidade de Las Palmas de Gran Canaria, afirmou que as autoridades estão preocupadas com as reações químicas do contato da lava do vulcão com a água do mar.

“Quando você se aproxima da área do mar onde a lava líquida está caindo, seu nariz e garganta começam a coçar, porque você está respirando os gases que evaporaram da água do mar que contém cloro, sulfatos”, disse ele, segundo informações do G1.

Embora os especialistas acreditem que a erupção continuará nos próximos dias, a destruição causada até agora já é considerada devastadora: “Há perdas materiais significativas, cerca de 200 casas destruídas, que não podem ser recuperadas, porque a força e a energia da lava as destruíram completamente. São 200 famílias que ficaram sem casa”, concluiu o professor.

Assine o Canal

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS