por quê a Igreja deve investir em professores

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Crianças e adolescentes têm se tornado o alvo preferencial de ativistas ideológicos associados ao progressismo, o que ressalta a importância que a Igreja de Cristo deve dar ao ensinamento a esses grupos.

Recentemente, uma notícia chocou pais cristãos por conta da abrangência de influência que o progressismo quer impor à sociedade e gerou reação nas redes sociais.

Uma pesquisa desenvolvida por uma empresa especializada em temas que envolvem aprendizagem apontou que, supostamente, 76% dos entrevistados brasileiros entendem que crianças devem aprender sobre temas LGBT, descritos pelos termos “diversidade, equidade e inclusão” durante a pré-escola.

A emissora de TV por assinatura CNN Brasil repercutiu a notícia, destacando que a pesquisa teria ouvido 5 mil pessoas com idades entre 16 e 70 anos, por meio de entrevistas online, entre os dias 27 de maio e 10 de junho.

Em resposta a essa suposta predominância de pensamento progressista na formação de crianças, o pastor Anderson Silva usou sua conta no Instagram para expressar seu posicionamento contrário e também questionar a credibilidade do levantamento realizado pelas empresas estrangeiras.

“Eu não quero. A nação tem mais de 210 milhões de brasileiros. Uma pesquizinha com 5000 pessoas e a CNN Brasil faz uma matéria: ‘76% dos Brasileiros querem ensino de teoria queer na pré escola’. São comediantes! Fiquem longe dos nossos filhos!”, protestou o pastor.

As influências

Uma empresa fabricante de brinquedos mundialmente conhecida também usou pesquisas encomendadas por ativistas progressistas para justificar sua decisão de criar produtos com gênero neutro.

Na tradução do politicamente correto, isso significa dizer que os brinquedos da empresa não terão mais personagens masculinos ou femininos, e a partir dessa premissa, a Lego declarou que espera combater “estereótipos prejudiciais”, mesmo que as figuras sejam representação de uma realidade biológica.

Embora exista uma rejeição natural por grande parte da sociedade, o ativismo ideológico que quer doutrinar crianças avança.

O jornalista Augusto Nunes expressou indignação com uma decisão tomada na Escócia que autoriza crianças a partir de 4 anos de idade a fazerem transição de gênero com apoio dos professores das escolas públicas, mesmo sem consentimento dos pais.

“Todos os estudos sobre comportamento infantil atestam que uma criança com quatro anos de idade ainda mistura realidade e fantasia. Tem amigos imaginários, tem medo da escuridão e acredita em monstros. Está, portanto, ainda despreparada para tomar decisões importantes sem o auxílio de adultos, sobretudo dos pais”, ponderou Nunes.

O ministro da Educação brasileiro, pastor Milton Ribeiro, demonstrou estar atento a essa influência maciça que se impõe através da mídia e até na atuação de professores que possam estar atuando para doutrinar seus alunos.

Durante o lançamento da implementação do Novo Ensino Médio no país, realizada em 14 de julho, Ribeiro afirmou que pretende atuar para barrar essas influências: “Não vou permitir que em livros didáticos que a gente possa levar questões de gênero para crianças de 6 anos de idade, tudo tem o seu tempo certo, não podemos violentar a inocência das crianças”.

O papel da Igreja

Mesmo que ainda existam pais e famílias atentas e dispostas a enfrentarem essas ameaças, a Igreja de Cristo representa um importante braço na luta contra a doutrinação infantil e destruição de valores e princípios.

Por esse motivo, é de maior importância que os líderes de grupos de crianças e adolescentes nas igrejas sejam capacitados com material relevante e possam, assim, atuar de forma a ensinar os pequenos e os jovens sobre a cosmovisão bíblica.

Nesta sexta-feira, 12 de novembro, acontece a Black Friday Cristã da Universidade da Bíblia, uma iniciativa que vai oferecer descontos de até 50% em mais de 30 cursos oferecidos pela instituição, incluindo os de formação de líderes de crianças e adolescentes.

O curso de Formação de Professores e Líderes Para o Ministério Infantil tem como principal objetivo capacitar pessoas que desejam aprimorar e desenvolver suas habilidades no Ministério Infantil da Igreja. Cada módulo foi organizado visando dar ao professor(a) uma visão clara da importância da sua atuação junto aos alunos.

Já o curso de Formação de Líderes para o Ministério de Jovens e Adolescentes aborda questões ligadas à personalidade desse público, sugerindo técnicas para estruturar o ministério dedicado a esse grupo nas congregações numa fase da vida que antecede a ida à faculdade e o ingresso na fase adulta.

Para ter acesso à promoção dos mais de 30 cursos disponibilizados pela instituição, CLIQUE AQUI para entrar em um grupo especial de WhatsApp onde as informações detalhadas serão repassadas aos interessados.

CLIQUE AQUI para entrar no grupo de WhatsApp sem pagar nada pelo acesso às promoções. Na sexta-feira, 0h00, os descontos de até 50% serão habilitados e valerão por 24h00, sendo encerrados às 23h59.

Não perca essa oportunidade de adquirir capacitação para lutar em defesa da infância, e assim, vencer o inimigo silencioso que ameaça inocência das crianças!

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS