Primeira igreja trans é criada no Brasil por ‘pastora’ transgênero

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

No último domingo (23), foi criada em São Paulo (SP) a primeira igreja trans do Brasil, denominada Igreja Séfora, pelo transgênero Jacque Chanel, um homem no sexo biológico. Ela foi ordenada ‘pastora’ no mesmo dia da fundação da denominação. 

A cerimônia de ordenação ao pastorado foi realizada por dois pastores e uma pastora no templo da igreja e foi transmitida online para os membros, que acompanhavam de casa.

Segundo Jacque Chanel, a criação da Igreja Séfora tem o propósito de acolher transsexuais e travestis que querem exercer sua fé. 

“Para nós é muito importante ter essa igreja pensada para o público transsexual e travesti porque isso significa um novo espaço de acolhimento. Eu sou trans e quero que meu povo se sinta acolhido, respeitado e amado. Mas qualquer um é bem-vindo, qualquer um pode frequentar”, disse a líder em entrevista ao UOL. 

Por enquanto, a nova igreja ainda não possui uma sede e dividirá o espaço com a Igreja da Comunidade Metropolitana, no centro de São Paulo.

Questionado sobre sua posição em relação a criação de igrejas inclusivas para pessoas LGBTQIA+, o pastor Anderson Silva, líder da Igreja Vivo por Ti, afirmou que a igreja não tem autoridade para salvar pessoas e que o mais importante é ser aceito pelo Senhor na eternidade.

“A igreja pode ser ‘inclusiva’, mas não se pode esquecer que o Evangelho é exclusivo. A igreja não salva! Não possui essa autoridade. Pouco importa ser aceito por ela. O importante é ser aprovado pelo Senhor”, afirmou em vídeo na sua conta do Instagram.

E concluiu: “A igreja pode dizer ‘vinde a mim’, mas se o indivíduo não reagir com um ‘ai de mim’, ele está ouvindo um falso evangelho e um falso profeta. Não adianta ser aceito aqui na igreja, também tem que ser aceito na eternidade. Jesus estará na porta com o livro da vida”.



Guia me

ÚLTIMOS POSTS

Seu Você Oposto

Mateus foi um apóstolo, um autor de um dos evangelhos. Mas, antes que dele ser Mateus, ele foi Levi, um judeu que trabalhou para a

Leia Mais »