Princípios bíblicos: De acordo com a vontade de Deus

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Os princípios bíblicos nos mostram a maneira correta de viver de acordo com a vontade de Deus e é através do conhecimento deles que poderemos corresponder às suas expectativas sobre nós. Afinal, quem nunca se viu em um beco sem saída nesta vida e viveu momentos de desespero e desesperança?

Aplique os princípios bíblicos no seu cotidiano, sem ver a quem.

Apenas conhecendo os princípios bíblicos e a essência de cada um deles poderemos aplica-los ao nosso cotidiano, tomando as decisões corretas e manter a nossa postura como servos de Deus. A nossa vida é uma dádiva que conquistamos através da misericórdia do Senhor!

Vamos estudar neste artigo a essência dos 7 princípios bíblicos. Leia e compartilhe com os seus amigos de fé!

Após ler esta mensagem, aproveite para ler também:

1° Princípios bíblicos: Caráter

Deus é amor, ele não nos colocaria neste mundo para sermos outra coisa, senão um reflexo do seu próprio caráter. Caráter, por sua vez, é o conjunto de características de uma pessoa que estão vinculadas à sua maneira de reagir às situações cotidianas.

O primeiro dos princípios bíblicos é o caráter e nós, como servos de Deus, devemos aplica-lo ao cotidiano sempre que nos enfrentarmos com uma dúvida de conduta. Como agiria Deus em meu lugar? É assim que nos aproximamos cada vez mais da felicidade eterna e celestial, nos afastando do mundo do mal.

2° Princípios bíblicos: Mordomia

Estamos nesta vida para conhecer, amar e servir ao senhor e é justamente sobre isso que se trata o segundo dos princípios bíblicos: a mordomia. Essa palavra nos remete à imagem do mordomo, cuja função é cuidar e servir aquilo que lhe foi designado.

Nesta vida, assumimos o posto de mordomos do Senhor, que nos confiou a nossa vida, e devemos manter essa postura sempre e em qualquer situação. A negligência é o oposto da mordomia e a negligência, para nós cristão, é o descuido, desinteresse e abandono pela nossa vida, que é um presente de Deus.

3° Princípios bíblicos: Auto-governo

O terceiro dos princípios bíblicos, o auto-governo, está para nos fazer lembrar daquilo que nos diferencia entre todos os outros animais da face da terra: a nossa razão, a capacidade de controlar os nossos instintos através do uso da lógica.

Com o conhecimento da vontade de Deus sobre nós, viemos ao mundo com o benefício de poder distinguir o que é certo ou errado na perspectiva de Deus através da leitura da bíblia.

4° Princípios bíblicos: Semear e colher

O quarto dos princípios bíblicos é um dos mais fortes e difíceis de entender, pois pode ser erroneamente interpretado como uma mera lei de ação e reação. Apenas semear uma semente não nos assegura de que a colheremos, pois não só do tempo depende a plantação.

Precisamos ter certeza de que a semente é boa, o solo é fértil e que estamos no período ideal para que ela cresça e dê frutos. É exatamente essa a tarefa árdua do cristão, que deve ter o discernimento de saber quando é o momento certo de semear a melhor semente, para depois colher os benefícios que ela dará.

Princípios bíblicos

5° Princípios bíblicos: União

Colocaremos o quinto dos princípios bíblicos dessa maneira: Deus se uniu a Jesus para que ele salvasse toda a existência humana do mal. E nós, que somos servos do Senhor, devemos unir-nos a Jesus Cristo, nosso Salvador, para podermos extrair todas as classes de benefícios que o Pai pode nos dar. A união é uma dádiva celestial.

6° Princípios bíblicos: Individualidade

O sexto dos princípios bíblicos vem com o objetivo de fazer com que lembremos constantemente de que apesar de sermos diferentes seres, e que mesmo sendo vistos como um indivíduo por Deus, devemos atuar como coletivo.

É tudo uma questão de equilíbrio e batalha contra o próprio ego: ao mesmo tempo que devemos viver em harmonia coletiva com nossos irmãos, é preciso ter consciência de que o Senhor reconhece cada um de nós separadamente e nos conhece melhor do que ninguém.

7° Princípios bíblicos: Soberania

Irmão, jamais poderemos nos esquecer do sétimo e último dos princípios bíblicos, pois ele é a verdade fundamental: Deus é Soberano. Ele está acima de todas as coisas e Ele pode tudo, mas o Pai é coerente com a sua Palavra, então jamais irá nos abandonar ou atuar contra o nosso bem.

Compartilhe com os seus amigos os 7 princípios bíblicos que estudamos neste artigo e curta a nossa página no Facebook para fortalecer o seu vínculo com Deus cada vez mais!

Mensagem Biblica

ÚLTIMOS POSTS