‘Qualquer pastor que convidar Leonardo Gonçalves estará traindo Jesus’, diz pastor Anderson Silva

O pastor Anderson Silva e o cantor Leonardo Gonçalves

O pastor Anderson Silva, da Igreja Movimento Vivo Por Ti, usou as redes sociais para comentar sobre a posição do cantor gospel Leonardo Gonçalves nos últimos dias.

Recentemente, Leonardo se apresentou em uma igreja inclusiva em São Paulo, liderada por um casal de mulheres.

Durante a apresentação, o artista gospel afirmou que não representava a igreja e nem os cristãos evangélicos. Após a apresentação, vários fiéis se revoltaram com o cantor.

Diante da repercussão do fato, o pastor Anderson, que é considerado um dos mais críticos no meio cristão, se revoltou com o cantor e deu sua opinião sobre a apresentação na igreja gay.

Segundo Anderson Silva, há 1 ano e meio que Leonardo tem seguido o que chamou de ‘desvio teológico liberal humanista’ como tantos outros artistas do meio gospel como Marcos Almeida, Jotta A, Priscilla Alcântara e Os Arrais.

“Fato democrático que eles possuem o direito de crer e desviar para onde quiserem! Fato moral: devolvam todo dinheiro que vocês fizeram nas costas da igreja evangélica que vocês desprezam!”, pontuou o religioso que deu exemplo do ex-cantor gospel Jotta A.

“O Leonardo disse na Igreja Inclusiva: “Eu não represento os evangélicos. Ok, tudo bem! Devolva o dinheiro que ganhou com a gente!’, disse o pastor. “Sejam honrados! Tempo de apostasia! Maranata! Agarre-se a fé, os dias são maus!”.

Por fim, Anderson Silva enviou um recado aos líderes evangélicos: “Qualquer pastor evangélico que contratar ou convidar Leonardo Gonçalves estará traindo Jesus, a bíblia e a verdade!”, anunciou.

Abutre

Na quinta-feira, 16, durante entrevista ao site Fuxico Gospel, o pastor Anderson Silva chamou o cantor Leonardo Gonçalves de abutre.

Na ocasião, o religioso foi questionado sobre as recentes polêmicas envolvendo a cantora gospel Bruna Karla, que disse que não canta em igreja gay, e sobre Leonardo Gonçalves, que se apresentou na sexta-feira (17), na igreja inclusiva Cidade Refúgio, em São Paulo.

Anderson saiu em defesa de Bruna e disse que ela tem razão no seu posicionamento, mas que pode errar em não manter o diálogo com a comunidade LGBTQIA+.

Sobre Leonardo Gonçalves, ele falou que o cantor era um “abutre”, pois a mamata do gospel fechou para ele após seus posicionamentos.

O líder da Igreja Vivo por Ti, afirmou que Leonardo Gonçalves e outros artistas gospel relativizaram a doutrina, falando de um Deus de amor destituído de doutrina.

“Agora eles querem um Deus de amor, como esse Deus de amor estivesse destituído de doutrina. O amor de Cristo é um amor doutrinal (…) onde tudo é tolerado, nada é amado”, disse.

Ele finalizou destacando que o céu é exclusivo, e que o evangelho não é para aceitar e nem incluir, mas para matar e fazer nascer de novo para que se viva uma vida em santidade para glória de Deus.

Assista a entrevista abaixo:

Folha Gospel com informações de TV Jornal



Folha Gospel

ÚLTIMOS POSTS