Restaurando a nossa Jerusalém – Pregações e Estudos Bíblicos

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

Tema: CONVERSÃO  

 

Neemias
12.27-42

Introdução: A celebração de consagração dos muros de
Jerusalém foi uma grande festa de louvor a Deus. Neemias organizou dois grupos
que subiram nas muralhas em direções opostas caminhando e cantando sobre os
muros até se encontrar em frente ao templo (Neemias 12.41,42).

Muitas pessoas têm o hábito de começar e não terminar,
deixando projetos pela metade, sem cumprir promessas e compromissos feitos.
Isso é um sério problema na vida de um cristão que precisa honrar seus votos (Eclesiastes 5.2).
Jesus reprovou esta prática (Lucas 14.28).

Podemos entender Jerusalém em três momentos:

         Passado:
capital de Israel onde Deus habitava;

         Presente:
em nossas vidas através do Espírito Santo;

         Futuro:
nos céus eternamente quando Jesus voltar;

Jerusalém representa nossas vidas como lugar da habitação
de Deus agora (I
Coríntios 3.16
). Como Neemias devemos buscar a restauração completa
em todas as áreas e lutar até o fim sem desanimar.

Vamos comparar os elementos da cidade de Jerusalém (Templo,
muros, portas e torres) com áreas que precisam ser restauradas em nossa vida:

 

1- Templo – Adoração

As muralhas foram reerguidas para proteger o
templo que havia sido destruído e então reconstruído. O templo era a glória de
Jerusalém, o lugar de adoração. Na Jerusalém Celestial o templo será o próprio
Cristo “porque o
seu santuário é o Senhor, o Deus Todo-Poderoso, e o Cordeiro”
na
vida de todos os seus servos eternamente (Apocalipse 21.22).

Para restaurar o templo em nossas vidas precisamos:

         – Louvor,
a Deus em todo templo (Salmos 34.1);

         – Adoração,
em Espírito e em verdade (João 4.24);

         – Sacrifício,
ofertando nossa vida (Romanos 12.1);

 

Hoje Deus quer usar nossas vidas como templo e adoradores
verdadeiros em todo lugar (João 4.23) e na glória estaremos para sempre com
o Senhor. Através do louvor transformamos nossa vida em um templo para Deus.

Nosso espírito é onde Deus manifesta sua presença, por isso
nos fez trinos como o próprio Criador (Gênesis 1.27). A diferença do ser humano é que é
um ser espiritual e só pode se realizar espiritualmente (I Coríntios 2.14).

Você é o templo de Deus!

 

2- Muros – Proteção

Os muros tinham o propósito de proteção da cidade e
especialmente do templo para que não fosse destruído. Dentro das muralhas de
Jerusalém havia um outro muro para cercar somente o templo. Na Jerusalém
Celestial os muros são gloriosos mostrando que nada pode penetrar este lugar
santo (Apocalipse
21.14 e 18
).

Se nós somos o templo do Espírito, então precisamos destes
muros de proteção. Algumas coisas que servem de proteção à nossas vidas são:

Oração, que nos livra de todo
mal (Salmos 34.4);

Palavra de Deus, que nos
ilumina os passos (Salmos 119.105);

Temor do Senhor, pois Deus
coloca anjos ao nosso redor (Salmos 34.7);

Pessoas abençoadas, que nos
cercam de bênção (Salmos 1.2).

Deus quer fazer ao nosso redor uma muralha de proteção com
seu poder (Jeremias
15.20
), nos cercando com sua mão gloriosa para que nenhuma mal
esteja em nossa vida.

Busque
a proteção do Senhor!

3- Portas – Juízo

A porta da cidade era onde aconteciam as decisões
importantes, negócios e julgamentos eram realizados (Êxodo 21.6). Os juízes atendiam o
povo na porta da cidade. Na Jerusalém Celestial não será preciso juízes porque
Deus estará lá e os seus anjos estarão nas portas (Apocalipse 22.12,13) e nenhum mal
pode entrar (Apocalipse
21.27
).

O juízo nos ensina sobre nossas escolhas e decisões através
das entradas ou portas de nossas vidas. Tudo o que fizermos precisamos lembrar
que o Verdadeiro “Juiz
está às portas”
(Tiago 5.9), sabendo que “Deus não vê como vê o homem” (I Samuel 16.7)
e Deus vê tudo (Provérbios
15.3
).

Algumas portas em nossas vidas são:

         – Olhos
e tudo o que vemos (Salmos 101.3);

         – Boca
e nossas palavras (Salmos 141.3).;

         – Ouvidos
e o que ouvimos (Salmos
78.1
);

Deus quer restaurar as portas de nossas vidas para que
estejamos sempre fechados para o mal e abertos para o bem, segundo a boa
vontade do Senhor (Romanos 12.2).

Cuide das portas de entradas em sua vida!

 

4- Torres – Vigilância

As torres eram um local onde os guardas vigiavam o tempo
todo contra os inimigos que poderiam invadir a cidade. Nunca poderia faltar um
atalaia sobre a torre, para dar o aviso aos soldados e ao povo (Ezequiel 33.2-7).

A Nova Jerusalém vem dos céus e ficará sobre uma elevada
montanha (Apocalipse
21.10 e  19
), sendo ela mesma
uma torre guardada pelo próprio Deus, onde não haverá nenhum mal para ser
vigiado (Apocalipse
22.2
).

Para restaurar as torres de nossa vida precisamos:

         – Vigilância,
em oração sempre (Marcos 14.38);

         – Pensamentos
de Deus em nossa mente (Filipenses 4.8);

         – Capacete
da Salvação em nossa cabeça (Efésios 6.17);

Muitas coisas ruins acontecem quando não vigiamos, por isso
Deus quer restaurar as torres em nossas vidas, nos dando uma vida racional
equilibrada na presença de Deus (Romanos 12.1) e visão espiritual o tempo todo
para nunca deixar de vigiar.

Seja vigilante o tempo todo!

 

Deus quer restaurar a sua Jerusalém!

CONCLUSÃO

Apocalipse 22.3 Nela estará o trono de Deus e do Cordeiro. Os
seus servos o adorarão”

A Jerusalém que Deus habita hoje é em cada um de nós. No
tempo de Neemias foi preciso reconstruir para guardar o templo e agora cada um
de nós deve continuar esta restauração em seu viver. Um dia estaremos para
sempre na Jerusalém Celestial onde adoraremos ao Senhor eternamente e “nunca mais haverá
qualquer maldição”
(Apocalipse 22.3).

Busque a restauração de sua vida!

 

______________________________

Citações
Bíblicas
:
Bíblia Revista e Atualizada,
Sociedade Bíblica do Brasil.

 

Fonte: Esboçosermão

ÚLTIMOS POSTS