Série: Fé – A Substância Das Coisas Esperadas

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Texto: Hebreus
11

Introdução: Hoje
continuamos nosso estudo da fé. Estabelecemos toda a base definindo e
descrevendo a fé, bem como observando o contexto deste capítulo – nossa
necessidade de resistência.

Hoje começamos a examinar os vários exemplos encontrados neste capítulo – nosso
foco esta noite será em exemplos de fé anteriores ao diluvio – Abel, Enoque e
Noé

I. Abel – Fé na
Adoração

A. Pela fé ele
adorou.
 O primeiro ato de adoração que lemos na Bíblia é registrado
como um ato de fé e é aí que começamos nosso estudo.

B. O que a fé tem a ver com a
adoração?

1. Primeiro, vamos entender o que é. A palavra do Novo Testamento é das
palavras gregas que significam “beijar”. Vine define a palavra como,
“reverenciar, homenagear”. É mostrar homenagem e reverência a alguém que
altamente estimamos e consideramos digno. Nós adoramos a Deus porque Ele é o
nosso criador e o doador de todas as coisas boas para nós.
2. Nunca devemos esquecer que a adoração é destinada a Deus. É exigido por Ele
e sempre foi, e deve ser dirigido a ele. Todo ato aceitável de adoração na
Bíblia foi dirigido a Deus.
3. A queda de Israel foi idolatria – uma violação do primeiro e segundo
mandamentos (Êxodo 20:2-3). Deuteronômio 4:24 diz: “Porque o Senhor teu Deus é
um fogo consumidor, um Deus zeloso”.
4. Deus espera que o adoremos – não por obrigação, mas porque o amamos e
apreciamos tudo o que Ele fez. Nós devemos adorar em Espírito e em Verdade.
João 4:24

C. Considere agora Gênesis 4:1-8. Adão
e Eva tiveram dois filhos, Caim e Abel.
1. Somos informados de que, no decorrer do tempo, ambos trouxeram uma oferta ao
Senhor. Caim trouxe do fruto da terra, enquanto Abel trouxe do primogênito de
seu rebanho e de sua gordura. Deus aceitou a oferta de Abel e rejeitou a de
Caim.
2. Porquê? A resposta a essa pergunta nos dá a resposta à fé na adoração.
3. Em primeiro lugar, devemos concluir que Deus deu algumas instruções. Desde
que o sangue foi derramado para cobrir a nudez de Adão e Eva, o sangue foi
derramado. Essa era uma parte importante da adoração de Israel. O próprio
fundamento do nosso perdão é o derramamento de sangue. Estou convencido de que
Deus exigiu o derramamento de sangue em sua adoração.
4. Abel seguiu as instruções de Deus, enquanto Caim não o fez. Aí reside a
diferença.

D. Encontramos dois tipos de
adoração
 – a maneira de Deus e a maneira do homem.
1. Abel adorou a maneira de Deus – sejam quais forem as instruções que Deus
deu, Abel ouviu e seguiu.
2. Caim adorou a sua própria maneira – o que havia de errado com sua adoração
não nos é dito, mas sabemos que ele poderia ter feito melhor. Observe a
advertência de Deus – Gênesis 4:6-7, “Se você fizer o que é certo, será
aceito”
 (NVT)
3. Porque a adoração é tão diferente em várias religiões hoje? É porque o homem
está mais interessado em fazer as coisas à sua maneira e não da maneira de
Deus.

E. Nestes dois tipos, encontramos
adoração pela fé e pelos desejos do homem.

1. Abel cria em Deus e, portanto, seguiu o padrão de Deus. Caim creu em Deus,
então ele ofereceu algo – mas o que ele ofereceu foi o que ele pensava que
seria aceitável – não era!
2. Quantos hoje em sua adoração estão fazendo as coisas do seu próprio jeito e
eles argumentam que Deus vai aceitar o que eles fazem – porque é feito com boas
intenções? Um estudo da palavra de Deus revela que boas intenções nunca são
suficientes – Mateus 7:21-23.
3. Considere a ilustração do pai que deixa instruções ao filho para a fazenda
quando ele vai embora. Quando ele retorna, a maior parte do que pediu foi feito
de acordo com suas instruções, mas um poço foi cavado em um lugar diferente do
que o solicitado. Quando confrontado pelo pai pela falta de obediência, o filho
insistiu que obedeceu. Ele argumentou que o poço foi cavado em outro lugar
porque ele achava que seria melhor em outro lugar. O pai aponta que a única
razão pela qual ele seguiu o resto das instruções foi porque ele estava de
acordo com elas.
4. Isso não é obediência verdadeira. Aí está a adoração – o homem faz o que
Deus quer, desde que ele concorde com isso. Não podemos fazer assim e imaginar
que vamos agradá-lo.

F. Deus viu a justiça de Abel em
Sua adoração obediente.
 NUNCA jamais seremos achados justos diante de
Deus se recusarmos a obedecê-lo.

G. Nós temos a fé de Abel em nossa
adoração?
 Vamos aprender com o seu exemplo – “depois de
morto, ainda fala”.
 Abel pagou por sua fidelidade com sua vida –
Caim o assassinou. Mas aos olhos de Deus, Abel foi fiel e, portanto, recebeu a
promessa.

II. Enoque – A Fé Que
Agradou a Deus

A. Quem foi
Enoque?

1. Nós lemos sobre Enoque em Gênesis 5:21-25 na genealogia de Adão até Noé e o
dilúvio. No entanto, descobrimos algumas outras coisas sobre Enoque no Novo
Testamento.
2. Judas 14-15 fala do fato de que ele era um profeta – alguém que proclamou a
mensagem de Deus para os outros. É muito possível que Deus tenha se comunicado
com Enoque e ele, por sua vez, advertiu a um mundo ímpio que precisavam se
arrepender, mas recusaram. Observe o que Judas diz que ele os advertiu. Esse
fator é importante para entender sua fé.

B. Enoque andou com Deus. Nosso
texto diz que ele agradou a Deus. V.5. Uma declaração simples, mas profunda.
Resumido em outra declaração é dito sobre ele – ele andou com Deus. Gênesis
5:22, 24: “Enoque andou com Deus trezentos anos”. – Ele andou pela fé e não
pela vista. Esta expressão é um dos grandes elogios. Isso mostra que ele
confiou em Deus e creu e obedeceu a tudo o que Ele ordenou.

C. Muitas vezes a expressão “andar”
tem referência ao nosso modo de vida.

1. Colossenses 4:5: “Andai em sabedoria para com os que estão de fora”
2. Efésios 4:1, “andeis como é digno da vocação com que fostes chamados”
3. 1 João 2:6, devemos “andar como ele andou”.

D. Enoque andou com Deus –
isso também significa que ele andou contrariamente aos outros. Ele não estava
preocupado com o que o resto do mundo pensava.
1. Na verdade, há uma boa chance de que ele sofreu quando expôs seus pecados.
Seja qual for o caso, sua fé foi tal que Jeová Deus escolheu levá-lo.

E. Esse andar também foi uma
escolha.
 Ele viu que a maior parte do mundo andava por um caminho
diferente. Ele não desejou o caminho ou seguiu-o. Ele não viu o quão perto ele
poderia chegar a esse caminho sem cruza-lo. Ele não amava o mundo nem as coisas
do mundo – (1 João 2:15-16)

F. Deus o levou – Ele não viu
a morte.
Enoque foi uma das duas únicas pessoas que não viram a morte –
ambos eram profetas – Enoque e Elias. Isso significa exatamente o que o texto
diz – Enoque não morreu fisicamente. Em vez disso, ele foi para o céu para
estar com Deus e seu corpo foi transformado para uma forma incorruptível.

G. Nós temos a fé de Enoque? A
maneira como estamos vivendo nossas vidas é agradável a Deus? Pode-se dizer de
nós que estamos andando com Deus? Nossa fé nos faz agir de maneira diferente do
resto do mundo? (Romanos 12:1-2). Acreditamos em Deus apesar de como o mundo
age ou nos trata? Será que vamos obedecê-lo em todas as coisas e confiar nele?

III. Noé – Fé
Testemunhando Para Deus

A. Quem foi Noé?
1. Quase todo mundo que conhece a Bíblia sabe quem é Noé. Ele foi o patriarca
que Deus salvou junto com sua família, quando o resto do mundo foi destruído
pelo dilúvio.
2. Sua vida está registrada em Gênesis 6-8. O mundo era perverso ao ponto que
Deus estava pronto para destruí-lo e começar de novo. A pregação que havia
ocorrido (Enoque, possivelmente outros) tinha sido ignorada. Gênesis 6:8-9 –
Noé encontrou graça aos olhos do Senhor. Por quê? Porque ele andou com Deus,
assim como Enoque. Como resultado, Deus aparece para ele e o avisa que em 120
anos o mundo será destruído pelo diluvio. Ele também recebeu instruções
específicas sobre o que fazer – construir uma arca. Ele foi informado também de
como construí-la. Ele obedeceu a Deus.
3. O resultado foi que ele e sua família foram salvos. Mas o que ele fez
durante esses 120 anos?
a. Sabemos que ele construiu a arca – seguindo exatamente o padrão de Deus.
b. 2 Pedro 2:5 nos diz que ele era “pregador da justiça”, o que significa que
ele passou tempo advertindo o mundo perdido sobre o que estava por vir.
c. Creu em Deus e não desistiu nem desanimou. Vivendo com Deus há uma boa
indicação de que ele sofreu por muito tempo também. 1 Pedro 3:20 fala da
longanimidade divina (Deus suportou a impiedade).
d. Porque Deus deu a Noé 120 anos? Eu suspeito que foi para dar-lhes uma chance
de se arrepender e mudar – 2 Pedro 3:9 [o texto faz referência ao dilúvio].
e. O que isso diz de Noé? Ele teve que aturar a impiedade também. Quando ele
construía a arca, você acha que zombavam dele? Enquanto andava com Deus como
Enoque, como o trataram e falaram sobre ele? Quando ele pregou para eles coisas
que eles não queriam ouvir como eles reagiram a ele? Foi diferente de hoje? Mas
apesar de tudo isso, ele permaneceu fiel a Deus. Pela fé ele construiu uma arca

B. Sua fé estava no Invisível. Considere
o que Deus havia lhe advertido que aconteceria – o mundo inteiro seria
destruído. O fato de ele estar construindo uma arca implica que a água estaria
envolvida. No entanto, considere que, antes do dilúvio, não há indicação de que
tenha chovido (Gênesis 2:5-6). Talvez ele estivesse construindo perto de um
grande lago, mas ele poderia estar construindo em terra. Seja qual for o caso,
ele cria em Deus. Deus disse que o mundo seria destruído – e ele acreditava
nisso.

C. Pela fé, Noé pregou para os
outros – do destino de Deus.
Ele era um “pregador negativo”,
alertando-os para se arrependerem ou enfrentarem a destruição. Eles não
ouviram!
1. 2 Pedro 3:1-9 fala de zombadores da vinda de Deus. “Onde está a promessa de
sua vinda?” Eles dizem. A referência é feita então ao diluvio (5-6). Eu
suspeito que eles zombaram de Noé tanto quanto a audiência de Pedro estava
sendo ridicularizada. Considere também Mateus 24:38-39, que descreve a condição
antes do dilúvio – eles agiam como se nada estivesse errado até que foi tarde
demais.

D. Noé obedeceu a Deus verdadeiramente. Gênesis
6:22 diz: “Assim fez Noé; segundo tudo o que Deus lhe mandou, assim o
fez”. 
Uma das maneiras mais seguras de demonstrar sua fé é obedecer a
Deus exatamente como Ele ordena – mesmo quando isso não faz sentido. De fato,
quando isso não faz sentido é quando a verdadeira obediência se manifesta mais.
Tiago 2:10 – tropeçar em um ponto é ser culpado. Deus sempre exigiu obediência
exata – e precisamos manter isso em mente em tudo o que fazemos.
1. Noé não questionou Deus e ele não revisou os planos de Deus – ele
simplesmente obedeceu. Não é de admirar que a sua fé seja registrada para nós.

E. Nós temos a fé de Noé?
1. Como Noé, fomos avisados ​​de
que Deus retornará. E quando ele voltar, será o fim. Será
um tempo de julgamento. Um ótimo dia,
um dia feliz e um dia triste. Você acredita
em Deus o suficiente para se preparar para esse dia? 2 Pedro 3:10-12
2. Estamos dispostos a defender e proclamar a verdade, mesmo para um mundo
hostil?
3. Estamos dispostos a obedecer a Deus exatamente como Ele nos ordena?

Conclusão: Minha esperança é que
esses exemplos nos deem uma melhor compreensão do que a fé envolve e como ela é
necessária em todos os aspectos de nossas vidas. Também vemos o que a
verdadeira fé nos levará a fazer. Sua fé é o que deveria ser? Na próxima
semana, vamos observar a fé de Abraão – conhecido por sua fé.

Fonte: Esboçosermão

ÚLTIMOS POSTS

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x