Evangélico impedido de tocar em igreja por cabelo black power faz B.O.

Um músico evangélico se sentiu discriminado por conta da repreensão que recebeu de uma das lideranças de uma igreja onde se apresentaria e registrou um boletim de ocorrência por injúria racial. O rapaz, que usa cabelo black power, afirmou que “não tem como mudar” seu penteado. O caso do músico Pedro Henrique Santos, 22 anos, …