Tim Keller pede orações por tratamento contra o câncer

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

A batalha do pastor Tim Keller contra o câncer de pâncreas continua, e ele compartilhou detalhes com seus seguidores nas redes sociais sobre sua jornada através do tratamento e se disse “pronto para tudo”.

Tim Keller, 70 anos de idade, fundador da Igreja Presbiteriana Redeemer e da entidade City to City, foi diagnosticado com câncer de pâncreas em estágio 4 em maio de 2020 e vem pedindo orações para continuar lutando.

Nas redes sociais, ele compartilhou recentemente uma atualização sobre seu tratamento: “Após a cirurgia em maio passado, recebi uma “folga da quimio” (faltando um ciclo do tratamento) e pude sair da cidade com minha família por várias semanas”, introduziu o pastor.

“No dia 23 de agosto fiz uma varredura e o tumor primário não havia progredido. No entanto, um caroço misterioso sob a cicatriz cirúrgica de maio foi removido e provou ser cancerígeno”, acrescentou.

O médico que acompanha seu caso disse que retomaria um nível de quimioterapia anterior ao estágio mais recente, com maior dosagem, “apenas para estar seguro”. Embora o aumento do tratamento tenha mais efeitos colaterais, espera-se que também tenha “mais efeitos terapêuticos”, detalhou o pastor.

“O câncer de pâncreas é capaz de aprender como escapar da medicação, por isso, é apenas o poder de Deus que buscamos para a cura completa […] Por favor, ore para que eu seja capaz de cumprir minha tarefa e outras obrigações, e que a neuropatia e outros efeitos colaterais sejam mínimos, enquanto a medicação será eficaz contra o câncer, e que façamos a corrida que Deus colocou diante de nós com alegria”, pediu Keller.

Agradecendo àqueles que o apoiam em oração, ele mencionou sua esposa, Kathy, que tem sido sua companhia e apoio enquanto eles “navegam pelo tratamento, isolamento e covid”.

‘Pronto para tudo’

De acordo com informações do portal The Christian Post, Keller – agora aposentado – já havia superado outro câncer, na tireoide, em 2022. A descoberta do atual tumor se deu durante a finalização de seu livro mais recente, que fala sobre o poder transformador da ressurreição.

“Aqui estou eu, escrevendo um livro sobre a ressurreição, e percebi que só acreditava pela metade que iria morrer. Voltei e percebi que, de certa forma, eu também acreditava apenas pela metade na ressurreição – não tanto intelectualmente, mas no fundo do meu coração. Percebi que precisava ter uma fé maior e mais profunda na ressurreição, tanto intelectual quanto mentalmente”, contou o pastor numa entrevista de meses atrás.

Enfrentar a própria mortalidade e realidade espiritual altera drasticamente a maneira como alguém olha para o seu tempo na Terra e aumenta o poder transformador da ressurreição, constatou o pastor:

“As coisas da Terra tornam-se menos cruciais. Eles não são tão importantes para você; você percebe que não precisa delas para ser feliz. Uma vez que acredito que começo a gostar mais delas, eu não tento transformá-los em Deus; não tento transformá-las no Paraíso, que é a única coisa que pode realmente satisfazer meu coração”, explicou.

Tim Keller disse que está “pronto para tudo” e está em paz diante das incertezas: “O que o futuro reserva, eu não sei. Ore para que eu tenha anos, e não meses, e que a quimioterapia continue a ser eficaz. Mas estamos prontos para tudo o que Deus decidir por mim. Estamos espiritualmente prontos”.

“Eu sei”, acrescentou ele, “que a ressurreição de Jesus Cristo realmente aconteceu. E quando eu morrer, conhecerei aquela ressurreição também”.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS