TobyMac diz que morte do filho o fez pensar na eternidade: “Deus se fez presente”

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

Toby McKeehan é um cantor e rapper cristão norte-americano, conhecido por seu trabalho na banda americana cristã dc Talk. Recentemente, ele compartilhou sobre sua jornada dolorosa após a morte do filho. 

Truett Foster McKeehan tinha 21 anos. Ele morreu no dia 23 de outubro de 2019 por overdose de drogas. A família que mora em Nashville, uma cidade do Tennessee, nos EUA, ainda sofre com a perda do jovem.

“Para mim, a dor vem em ondas. Alguns dias me atinge de forma muito forte”, explicou o cantor ao comparar a dor com um mar que, às vezes, fica mais agitado e em outros dias mais calmo e tranquilo. 

‘Firme nas promessas de Deus’

Em breve entrevista que foi divulgada pela rádio Joy 99.1 FM, Toby revela que não conhecia a dor do luto. “Para mim, tudo era lindo e perfeito até os últimos anos. E então, quando perdemos Truett, tudo mudou. Encontrei a dor da maneira mais feroz”, compartilhou. 

Aos 57 anos, antes de sofrer essa perda, porém, Toby conta que conheceu um homem que havia perdido o filho num acidente de carro.

“Eu estava jogando com ele em Austin, no Texas, num campo de golfe. Logo que começamos o jogo ele comentou que havia perdido o filho e começou a contar os detalhes”, lembrou.

O cantor acredita que, na ocasião, o homem foi usado por Deus para prepará-lo. “Lembro que ele chegou a mencionar que, quando algo assim acontece, é preciso ter algo para se agarrar e que ele havia se agarrado a uma promessa de Deus”, relatou.

‘Ele prometeu estar sempre presente’

“O homem lembrou que Deus nunca disse que não haveria dor, mas prometeu estar ao nosso lado nos momentos difíceis”, citou também. 

“Deus não prometeu que não enfrentaríamos perdas, mas Ele disse que nunca estaríamos abandonados. Ele prometeu que estaria sempre presente”, lembrou o músico.

Apesar de sua perda, Toby disse que está aprendendo a rir novamente. “Comecei a aprender a rir um pouco ainda na primeira semana, mas não a rir tão intensamente como antes”, explicou.

“Ainda não sei se algum dia vou rir assim, mas o importante é que ainda posso rir”, reconheceu. 

Agarrado à eternidade

O cantor explica que seu entendimento sobre a eternidade mudou desde a morte do filho. “Eu falava sobre a eternidade antes, mas nunca pensei com tanta profundidade no assunto, pois não precisava”, ele confessou.

“Sempre confiei em Deus. Sempre andei com Deus. Não é essa a questão. A questão é refletir sobre o assunto”, pontuou. Lutando contra as lágrimas, Toby disse que pensa no filho e que agora entende que partir dessa vida tão cedo não é como “um roubo”, ele ilustrou. Para o cantor, tudo depende de como se vê as coisas. 

Poder das orações na hora da dor

Toby também falou sobre como a família tem enfrentado o luto e que já recorreram aos aconselhamentos para sentir algum alívio. Ele citou que o apoio da comunidade e dos entes queridos durante esses momentos sombrios foi crucial. 

“A maneira como eu e minha família fomos sustentados pela oração e o carinho das pessoas através de postagens nas redes sociais, nos fez sentir que estamos cercados de amor”, mencionou.

“Para mim, é assim que o corpo de Cristo deve ser. Então, através da dor que sentimos durante essa tempestade furiosa, no vale mais profundo, eu aprendi que Deus sabe o que sentimos e Ele se faz presente. Eu realmente aprendi”, concluiu.

Assista (em inglês):

Guia me

ÚLTIMOS POSTS