Uma igreja ativa | Verbo da Vida

por Kivânia Vidal
*Diretora do Centro de Cura

No livro de Efésios 2.6, a Palavra de Deus nos ensina:

“E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus” (Efésios 2.6).

Nós ressuscitamos com Jesus e Deus nos fez assentar com Ele em lugares celestiais. Com essa declaração, pergunto: a posição de assentar é passiva? Não. Ela nunca vai ser uma atitude passiva, mas, sim, uma posição completamente atípica, fazendo e movimentando-se, sem qualquer comodismo.

Prosseguindo, no livro de João 5.17, aprendemos sobre o que devemos fazer com base nessa consciência da nossa posição em Cristo: “Disse-lhes Jesus: “Meu Pai continua trabalhando até hoje, e eu também estou trabalhando” (João 5.17).

Jesus não está “sentado” esperando as coisas acontecerem. Se Deus Pai está trabalhando até hoje, Jesus também está. Não é possível uma cabeça funcionar sem o corpo. Da mesma forma, se Jesus está trabalhando, nós devemos trabalhar também. Estamos aqui na terra para combater o inferno e sua ação. Sendo assim, não podemos nos dar por satisfeitos diante de doenças e casamentos desfeitos, pois aquele que opera no Corpo de Cristo é alguém que promove vida e libertação. Jesus trabalha para hoje! Aquele que colocar a mão no arado e olhar para trás, não é digno. Devemos prosseguir em trabalhar para Deus!  

Sabendo que devemos trabalhar para Deus, Atos 10.38 descreve o que Jesus fez quando andou nesta terra:

“Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele” (Atos 10.38).

Deus ungiu a Jesus de Nazaré com poder. Da mesma forma que Ele andou sobre a terra curando, salvando e libertando, devemos também viver dessa maneira, pois somos Seus representantes. Sinais, prodígios e maravilhas não devem ser novidade para nós. Essas coisas devem ser algo natural em nosso meio! Nós somos o Corpo de Cristo. Jesus não vai impor as mãos em ninguém, mas somos nós quem devemos fazer isso. As nossas mãos são as mãos de Jesus! Onde a igreja não entrar, Deus não poderá atuar, pois a Palavra não vai ser pregada por Jesus. Precisamos anunciar a Palavra de Deus para que os sinais possam acontecer, como é a Sua vontade (Marcos 16.20).

Nós temos um cabeça e com esse entendimento devemos ouvir sua voz e não o conselho dos ímpios. Bem-aventurado é aquele que não anda no conselho dos ímpios (Salmos 1.1). Somos nós quem devemos dizer aos pecadores o caminho que devem andar e não o contrário. Lembre-se: a Igreja está assentada, mas ela é ATIVA! Não podemos estar assentados no trono com Jesus e nas mesas dos escarnecedores.  

Sobre essa ação ativa, o livro de Tiago ensina sobre o que é ou não a sabedoria do alto:

“Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria. Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. Porque onde há inveja e espírito faccioso aí há perturbação e toda a obra perversa. Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia” (Tiago 3.13-17).

A sabedoria que vem do Cabeça é uma sabedoria que une, serviente. Existem pessoas que acreditam ser muito sábias e até insubstituíveis no local em que se encontram. Essa não é a sabedoria do alto. O Corpo de Cristo não está competindo para ver quem é o mais importante, mas os membros devem dar bons frutos e ser pacíficos, moderados, tratáveis, ricos em misericórdia.

Por fim, em I João 2.20 a Bíblia conclui:

Mas vocês têm uma unção que procede do Santo e todos vocês têm conhecimento” (I João 2.20).

Existe uma sabedoria terrena que promove a carne, incentivando a velha natureza. Mas a sabedoria do alto faz com que nós nos consideremos servos, humildes e dependentes de Deus. A unção que nós temos nos ensina a respeito de todas as coisas. Ela não nos deixa! Entretanto, é possível emudecer essa sabedoria, desconsiderando-a. Quando Deus fala, Ele se responsabiliza. A luz não está no fim do túnel, mas ela está dentro de nós!



Fonte:Verbo da Vida

ÚLTIMOS POSTS

Espaço Gospel foi criado com a intenção de reunir o melhor de todo material disponível na rede para ajudar você a se conectar com Deus!