Veto de Doria é derrubado e atividades religiosas se tornam essenciais

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on linkedin

O governador João Doria (PSDB) sofreu uma derrota política na Assembleia Legislativa de São Paulo, que derrubou seu veto a um projeto de lei que reconhecia as atividades religiosas como essenciais no estado.

Desde o advento da pandemia do novo coronavírus, o estado de São Paulo teve idas e vindas quanto ao reconhecimento das atividades religiosas em geral, como cultos e missas, como serviços essenciais.

Doria chegou a emitir um decreto para reconhecer a essencialidade, mas voltou atrás depois que o Ministério Público o pressionou. Em seguida, colocou em prática um plano de lockdown que inviabilizou a realização de cultos por um longo período.

Diante disso, o deputado estadual Gil Diniz apresentou o projeto de lei 299/2020 que reconhecia as atividades religiosas como essenciais. Depois de aprovado na Assembleia Legislativa, Doria vetou o projeto.

Gil Diniz então articulou com os demais parlamentares e conseguiu número de votos para derrubar o veto do governador, que é seu adversário político.

“Em fevereiro o governador João Doria vetou o Projeto de Lei de minha autoria, que reconhece a atividade religiosa como serviço essencial e hoje é um dia histórico nessa Assembleia Legislativa, onde essa casa faz justiça e derruba o veto do Governador João Doria”, escreveu Gil Diniz em sua conta no Instagram.

Gospel Mais

ÚLTIMOS POSTS

Espaço Gospel foi criado com a intenção de reunir o melhor de todo material disponível na rede para ajudar você a se conectar com Deus!